Pesquisa e Inovação

Estamos em constante busca pelo conhecimento para oferecer soluções inovadoras e sustentáveis.

Desenvolvemos pesquisas no estado da arte em tecnologias renováveis para aproveitamento energético de resíduos, adequando suas necessidades dentro de uma matriz energética compatível com sua realidade.

Nossos corpo de pesquisadores são vinculados a instituições e grupos de pesquisas renomados. Assista no vídeo a entrevista realizada pelo IFPR Londrina com nosso CTO Rafael Muniz, sobre os desafios e oportunidades existentes para inovar com sustentabilidade.

Entre em contato para elaborarmos uma proposta customizada adequada à sua necessidade. Clique aqui.

Saiba mais

Biblioteca INDDRA

Espaço dedicado para nossas publicações. Estamos em constante atualização dos artigos, textos e produções.

Mestrado PPGEE UFPA

A pesquisa aponta caminhos e alternativas para o que está sendo realizado nos sistemas isolados, e apresenta dois estudos de caso onde foram aplicados a geração descentralizada de energia com fontes renováveis de biomassa residual em comunidade isoladas e para o aproveitamento energético de resíduos sólidos urbanos em município pertencente ao sistema isolado. Esses exemplos práticos têm como proposta contribuir com os resultados do estudo para o desenvolvimento de políticas públicas, projetos de pesquisa, atender fornecedores de tecnologia e promover soluções energéticas e residuária para municípios e comunidades do sistema isolado nacional, visando atingir o acesso universal à energia elétrica em áreas remotas na Amazônia.

Universalização da Energia Elétrica

Este trabalho mostra como o governo brasileiro vem adaptando sua estrutura institucional, tecnologias e financiamento para fornecer acesso universal à eletricidade em áreas remotas na Amazônia. As medidas empreendidas pelo governo melhoraram as possibilidades das comunidades isoladas terem eletrificação, mas uma serie de desafios surgem a fim de alcançar o acesso universal à eletricidade.

Produção científica interdisciplinar do ENERBIO 

O propósito desse artigo foi realizar uma revisão da produção científica conjunta (interface) do Enerbio e do Pró-Integração relacionada à biomassa e bioenergia e mostrar a contribuição do grupo de pesquisa para a ciência no Brasil e na Amazônia. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, de nível exploratório-descritivo, com intervalo de análise entre os anos de 2013 a 2017.

Pirólise aplicada aos Sistemas Isolados

Aplicação de Tecnologia de Tratamento de Resíduos Sólidos para Geração de Energia Elétrica em Sistemas Isolados na Amazônia: Estudo de Caso em Município na Ilha do Marajó, PA

Pirólise aplicada aos resíduos de serviço de saúde

A geração de eletricidade por recursos não convencionais como resíduos de serviços de saúde (RSS), pode apresentar uma alternativa de tratamento sustentável que se reverte em uma fonte de recurso energético para os hospitais e eleva o tempo de vida útil de aterros, substituindo o tratamento convencional baseado em autoclaves ou incineradores. No presente estudo foram avaliados RSS por meio da análise de umidade e cinzas na Universidade do Planalto Catarinense.

Viabilidade econômica da pirólise para RSS

O presente estudo teve como objetivos realizar a análise técnica e econômica sobre os processos térmicos de geração de eletricidade e fazer a comparação destes em relação à sustentabilidade, área requerida para instalação e geração energética por resíduo. A partir disto verificou que para o tratamento de resíduos de saúde, a pirólise lenta se apresenta como a melhor alternativa em relação a estes parâmetros.

Gerenciamento de riscos em usinas de pirólise

O presente trabalho avalia um estudo de caso na aquisição de uma unidade de pirólise lenta a tambor rotativo para tratamento de resíduos sólidos urbanos (RSU) com geração de energia elétrica. Foram identificados 12 indicadores de riscos nas dimensões ambiental, econômica, social e técnica, cuja classificação dos riscos destes indicadores foi feita por análise qualitativa em 5 níveis (trivial, tolerável, substancial, moderado e intolerável) com probabilidade de ocorrência em baixo, médio e alto.

Gaseificação de pequeno porte em comunidades isoladas

Esse trabalho propõe resgatar o conceito de biomassa residuária para fins energéticos, mostrando sua importância estratégica para o desenvolvimento das regiões isoladas e de difícil acesso à eletrificação. Em um estudo de caso, realiza um diagnóstico energético, levantando o potencial solar, eólico e de biomassa, para elaborar uma comparação entre essas fontes renováveis, com o objetivo de fornecer atendimento energético para uma agroindústria de despolpamento de açaí na comunidade quilombola de Jenipaúba, município de Abaetetuba, Estado do Pará.

Análise financeira e socioeconômica de gaseificação de pequeno porte

No rico cenário energético da Amazônia, destacamos o aproveitamento da biomassa residual para geração descentralizada de energia
em áreas remotas nas comunidades isoladas, através de sistemas de gaseificação que se mostram mais promissores na busca pelo aumento da autonomia energética e pelo desenvolvimento e proteção dos ecossistemas amazônicos, respeitando suas vocações ambientais.

Geração de energia elétrica a partir de biomassa residual

Projeto de Usina de Gaseificação de Jenipaúba, Abaetetuba, PA: O objetivo principal do projeto foi integrar uma usina de gaseificação de biomassa à agroindústria local, cujos resíduos gerariam energia suficiente para suprir inteiramente sua demanda energética, que é a maior da comunidade, além de gerar energia excedente, que seria direcionada para alimentar parte das residências e da infraestrutura de iluminação pública da comunidade.

Gaseificação aplicada à RSU

O presente trabalho faz uma estimativa do potencial energético dos resíduos sólidos urbanos do Planalto Catarinense através da tecnologia de gaseificação de leito fixo, mostrando as vantagens e desvantagens do uso dessa tecnologia em comparação com os tradicionais aterros e demais tecnologias de tratamento térmico de resíduos.

Comparativo de tecnologias térmicas

O aproveitamento energético de gases gerados por meio dos resíduos é uma das alternativas energéticas viável para a geração de energia elétrica. Dentre as tecnologias para tratamento térmico, cuja transformação de RSU em energia é possível, destaca-se a incineração, gaseificação e a pirólise. Este estudo buscou comparar as tecnologias supracitadas de acordo com a viabilidade energética e a sustentabilidade do sistema, visando apontar qual a melhor tecnologia para o tratamento térmico dos resíduos concomitantemente a geração de energia elétrica.